Nome:
Pass:
Registo Recuperar



Futebol Clube do Porto
Nome: FC Porto
Associação: AF Porto
Cidade: Porto
Estádio: Dragão
Ano de fundação: 1893
Sede: Estádio Dragão-Via F C Porto
Entrada Poente, Piso 34050-451 - Porto
Web: www.fcporto.pt
Plantel 2001/2002
<<   >>
Treinadores
T José Mourinho
Octávio Machado
Staff
Baltemar Brito(ADJ)
Entradas
Hélder Postiga (18)FC Porto B (II B)
Ricardo Carvalho (23)Alverca (I)
Paulo Santos (28)Alverca (I)
Costinha (26)Mónaco   (I)
Ricardo Costa (20)FC Porto B (II B)
Mário Silva (24)Nantes   (I)
Fredrik Soderstrom (28)Vitória Guimarães (I)
Ricardo Sousa (22)Beira-Mar (I)
McCarthy (23)Celta   (I)
Pedro Oliveira (19)FC Porto B (II B)
Paulo Costa (21)Reggina   (A)
Rúbens Júnior (26)Atlético Paranaense   (A)
Rafael (27)Paços de Ferreira (I)
Ibarra (27)Boca Juniors   (I)
Joca (20)FC Porto B (II B)
Pedro Nuno (19)FC Porto B (II B)
Alessandro (28)Cruzeiro   (A)
Esnáider (28)Zaragoza   (I)
Quintana (25)Olimpia   (I)
Kaviedes (23)Valladolid   (I)
I Liga
Guarda-redes Defesas Médios Avançados
1Paulo Santos3Nélson5Paredes16Alessandro
44Pedro Espinha7Secretário6Costinha21Capucho
55Ovchinnikov17Ibarra14Fredrik Soderstrom25Cândido Costa
99Vítor Baía11Rúbens Júnior20Paulinho Santos29Paulo Costa
  30Mário Silva22Quintana40Pedro Oliveira
  2Jorge Costa37Joca28Clayton
  4Ricardo Carvalho8Pavlin9Esnáider
  13Jorge Andrade36Pedro Nuno23Maric
  33Ricardo Silva8Ricardo Sousa31Pena
  45Ricardo Costa10Deco41Hélder Postiga
    15Alenitchev66Kaviedes
    19Rafael77McCarthy
Um sprint até à EuropaJorge Carneiro

Esperava-se muito do FC Porto em 2001/02. Octávio Machado chegava como um garante de um balneário reforçado em mística e em disciplina. Apesar do equívoco da perda consentida do concurso de Jardel, o arranque dificilmente poderia ter sido melhor em termos de resultados. A conquista da Supertaça e a entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões eram objectivos fundamentais e que foram atingidos. Mais tarde, a passagem à segunda fase da Liga milionária garantia também o sucesso financeiro.

Todavia, aproximava-se Dezembro e também o início da derrocada azul e branca; Octávio não a conseguiu suster e naturalmente acabou por ser vítima dos maus resultados. José Mourinho chegou e tratou de imprimir um novo estilo e novas metodologias. Começou por ganhar, mas a qualidade do plantel não dava para muito e cedo chegaram os desaires que colocaram à prova as suas convicções. O técnico suportou a pressão e deu a volta por cima, lançando a equipa numa recta final espectacular que lhe permitiu sonhar, até, com o regresso à Liga dos Campeões; mas a qualificação para a Taça UEFA foi já um prémio suficiente.

Estrela:Deco

Deco marcou o ritmo do FC Porto. Foi o melhor marcador e concedeu mais de duas dezenas de assistências. Chegou a ser brilhante, mas as suas quebras fizeram-se sentir em demasia na equipa. Temperamental, viu cartões desnecessários, mas ainda assim terminou a época com a sua liderança reforçada.

Revelação: Hélder Postiga

Jardel não ficou. Pena falhou. Esnaider nada resolveu e foi um jovem, Hélder Postiga, quem deu o passo em frente para manter a competitividade do ataque azul e branco durante a melhor fase da equipa. Mostrou uma maturidade impressionante e suportou a pressão da temporada soluçante dos dragões.

Decepção:Pena

De melhor marcador da I Liga a tremendo fiasco foram apenas uns meses. Entrou bem na temporada ao marcar quatro golos ao Barry Town, mas a partir daí o declínio foi constante. Não confirmou as credenciais da época anterior e tornou-se um lastro para a equipa, de nada lhe valendo a mudança de treinador.

Treinador: Octávio Machado e José Mourinho

O FC Porto procurou um regresso à velha mística através da contratação de Octávio Machado. O bom início de época deu lugar a uma degenaração progressiva que culminou com um divórcio. José Mourinho entrou bem, passou por dificuldades, mas retomou o rumo a tempo de garantir o acesso dos dragões na à Taça UEFA.


Quem somos Contactos Agradecimentos Detectou um erro ou tem uma sugestão?
ForaDeJogo.net 2010