Nome:
Pass:
Registo Recuperar
.
Todas as crnicas

Tradições que se mantêm por Raúl Paiva em 2015-03-05

O que tm em comum Leixes SC e Canedo FC? Tirando o facto do clube leixonense ter formado dois jogadores que, j seniores, representaram o clube canedense, nada.

Mas se disser que ambos alcanaram, no passado domingo, a quarta vitria consecutiva, para o campeonato, nas casas de Trofense e Mealhada respectivamente, o caso muda de "figura".

A histria destes "romances" pela Trofa e pela Mealhada, por parte de Leixes e Canedo, comeou a ser construda na temporada de 2011/2012, precisamente no mesmo escalo em que todos os clubes competem na poca em curso.

Leixes e Trofense batem-se, como sabido, pela manuteno na II Liga, enquanto que Canedo e Mealhada lutam pelos mesmos objectivos, mas na I Diviso Distrital da AF Aveiro.

A "atrao" leixonense pela Trofa comeou com uma vitria por 2-0 na j referida poca de 11/12, com golos de Pedro Santos (hoje no Sp. Braga) e de Paulo Tavares (curiosamente ex-adversrio do Canedo na III Diviso e que joga no V. Setbal).

Na poca seguinte, vitria por 1-0 com golo de Pedras logo aos 4' minutos na marcao de uma grande penalidade, e na temporada transacta, vitria expressiva por 3-0, com bis de Moreira e um golo de Mailo.

No domingo, o reforo de Inverno e antiga promessa do Boavista, Hugo Monteiro, marcou logo aos 5' minutos e Enoh selou, aos 65', novo triunfo por 2-0 na Trofa.

Nestes quatro triunfos, ningum repetiu golos ano aps ano, e Moreira foi quem mais marcou, com dois golos na temporada 13/14.

Alm de quatro triunfos consecutivos, o Leixes d-se ao "luxo" de no sofrer golos do Trofense na casa deste, para o campeonato, desde 2008, quando, na altura, se defrontaram na I Liga.

No que diz respeito aos tcnicos, o Trofense perdeu sempre com treinador diferente - Joo Eusbio, Prof. Neca, Porfrio Amorim e Vtor Campelos -, enquanto que Horcio Gonalves responsvel por trs das quatro vitrias leixonenses, "sobrando" a outra para Pedro Correia.

Descemos no mapa, e no vamos muito longe, at porque de Canedo a Matosinhos so cerca de trinta a quarenta minutos de carro.

Mas, apesar de envolver o Canedo, o "local do crime" passa-se na Mealhada: l que o Canedo tambm vence h quatro temporadas consecutivas, e em trs delas venceu por 2-1.

Como j foi dito, a tendncia canedense para vencer na Bairrada, tambm se iniciou em 11/12, quando com golos de Mica e Z do Porto o Canedo esteve a vencer por 2-0, de nada valendo o tento de Rui Simes para os da casa.

No ano seguinte, o Canedo voltou a estar a vencer por 2-0, com golos de Jota e Carlos Robalinho, mas acabaria por sofrer um golo de Xano que selou novo triunfo por 2-1.

Em 13/14, a tendncia mudou mas no totalmente: que o Canedo venceu pelo terceiro ano consecutivo, mas s por 1-0 e com golo de Nuno Fruta.

J no domingo, golos de Mrio Bolas e Paulinho deram o quarto triunfo consecutivo ao Canedo, com os da casa a marcarem, pelo meio, por intermdio de Paulo Pinto.

Tal como se passa no Trofense - Leixes para a II Liga, no Mealhada - Canedo do Distrital de Aveiro, ningum repete golos de uma poca para a outra, e neste caso, nunca houve quem bisasse.

Quanto aos treinadores, Edgar Ventura foi o treinador derrotado que deu incio sequncia, T Miranda perdeu dois consecutivos e Lus Simes perdeu domingo. Do lado do Canedo, Antnio Cerqueira foi o primeiro a vencer na Mealhada, sendo que Joo Paulo saiu vitorioso do Estdio Dr. Amrico Couto pelo terceiro ano consecutivo.

Posto isto, Leixes e Canedo tm, afinal, algo em comum: a tendncia de vencerem fora, h quatro anos consecutivos, nas casas de Trofense e Mealhada.

Coincidncia, dias felizes ou mera sorte, no interessa: o que est aqui em causa, , a meu ver, uma 'coisa' chamada tradio.

Nos dias que correm, h cada vez menos tradies a serem cumpridas, mas Leixes e Canedo fazem questo de manter as deles sempre que jogam na Trofa ou na Mealhada.

E que bonito ver que ainda h quem cumpra a tradio!