Nome:
Pass:
Registo Recuperar
.



I Divisão da AF Aveiro - Jornada 10
Canedo 1 - 0 São Roque (Ol. Azeméis)
Carlos Robalinho78 
Falhar, sofrer, marcar e, finalmente, ganharRaúl Paiva

Finalmente. É o que apetece dizer, depois da primeira vitória caseira do Canedo na presente época, segunda no campeonato. Num jogo sofrido mas sempre controlado o Canedo bateu por uma bola a zero o São Roque, penúltimo classificado à entrada para esta jornada, e soma agora dez pontos, juntamente com Calvão e Alba-B.

Cedo se percebeu ao que vinha a equipa do São Roque: muito defensivos, os oliveirenses chegaram a ter os onze jogadores atrás da linha da bola. O Canedo teve três boas ocasiões para marcar, duas vezes por Jota e outra por Márcio: aos 22', o avançado canedense rematou para defesa de Amílcar, quando seguia isolado; aos 35', Márcio na conversão de um livre directo enviou a bola à barra; e de seguida, Jota novamente com tudo para fazer o golo, atirou fraco e à figura do guardião visitante. Ao intervalo, o resultado era injusto e sabia a pouco para a turma caseira, que via o São Roque praticar anti-jogo e não conseguir sair para o ataque de forma organizada uma única vez.

No entanto a toada para a segunda parte baixou de ritmo: sempre controladores, os canedenses porém não iam criando boas chances para concretizarem, apesar de jogarem à vontade no meio-campo oliveirense. O mais perto que os da casa ficaram de marcar no segundo tempo foi quando Robalinho num centro-remate fez a bola passar ligeiramente ao lado da baliza. Cerqueira, como de costume, demorou a mexer na equipa e só o fez ao minuto 67', quando lançou Jorge por troca directa com China. O baixinho mas irrequieto extremo seria, aliás, um dos grandes responsáveis pelo único golo da partida. Mas já lá vamos, pois antes disso ficou por marcar uma grande penalidade claríssima favorável ao Canedo, por puxão a...Jorge.

A cerca de dez minutos dos noventa Jorge ganhou a bola nas costas da defesa oliveirense, e na esquerda do ataque deu um toque suficiente para desviar o esférico de Amílcar e deixar Robalinho com a baliza escancarada. O avançado canedense não perdoou, e adiantava assim a sua equipa no marcador de forma justa. Até final o Canedo limitou-se a gerir o resultado, perante um São Roque que raramente incomodou Higuita no segundo tempo e só através de contra-ataques ou bolas aéreas conseguia sair do seu meio-campo.

Em suma, o resultado é justo e reflecte o que se passou em campo: uma vitória sofrida do Canedo, que fez pela vida, e justificou plenamente o triunfo. Na próxima jornada o Canedo desloca-se ao terreno do Lourosa, um dos líderes, enquanto que o São Roque recebe o Fermentelos.


23Higuita  
 
 
   Amílcar75
15Manú   86' Casalinho10
3Toninho      Caxana3
33Bruno Joel      Marco 
5Pedro Pais     Barbosa44
22Pedro Oliveira    72' Fábio Silva 
7Márcio 88'   Fi 
10Carlos Robalinho 84'  Farinhas21
8Nino    81' João Pedro 
20China 67'    João Marques 
17Jota      Acosta 
TAntónio Cerqueira  Aurélio FonsecaT
1Carlos    18' Rui Pedro 
16Joel     4' Diogo 
4Pinta 6'  9' Brunito 
26Canedo 2'      
11Jorginho 23'      
9Valente        
27João Loureiro