ForaDeJogo.net - Vitória Guimarães 2007/2008


Nome:
Pass:
Registo Recuperar
.



Vitória Sport Clube
Nome: Vitória Guimarães
Associação: AF Braga
Cidade: Guimarães
Estádio: D. Afonso Henriques
Ano de fundação: 1922
Sede: Rua Antero Henriques Da Silva, 1370
4810-026 - Guimarães
Web: www.vitoriasc.pt
Plantel 2007/2008
<<   >>
Treinadores
T Manuel Cajuda
Staff
Nascimento(ADJ), Hélder Fontes(PF)
Entradas
Alan (27)FC Porto (I)
João Alves (26)Sporting (I)
Carlitos (30)Belenenses (I)
Fajardo (28)Naval (I)
Andrezinho (25)Vila Nova   (C)
Mrdakovic (25)Maccabi Tel-Aviv   (I)
Roberto (28)Varzim (II)
Luciano Amaral (24)CRB Alagoas   (B)
Marquinho (20)J. Malucelli  
Tiago Ronaldo (18)Vitória Guimarães (JUN)
Radanovic (27)Hajduk Kula   (I)
Márcio Martins (27)Juventus Jaraguá  
Paulo Henrique (20)J. Malucelli  
Felipe Tigrão (27)Tupi   (C)
Liga Bwin.com
Guarda-redes Defesas Médios Avançados
1Nilson25Andrezinho18Moreno8Carlitos
12Serginho3Luciano Amaral26Flávio Meireles21Alan
27Nuno Santos29Momha28Tiago Ronaldo10Targino
  2Radanovic80João Alves20Desmarets
  4Sereno88Paulo Henrique9Mrdakovic
  6Márcio Martins5Ghilas39Marquinho
  16Danilo17Fajardo77Rabiola
  19Geromel  99Roberto
      11Felipe Tigrão
Regularidade premiada com milhõesJorge Carneiro

Há cerca de um ano e meio atrás, o clima em Guimarães era de pessimismo, depois de uma descida na época anterior, a equipa andava a divagar pelo meio da tabela na 2ª Divisão Honra, a anos-luz dos lugares de subida, e nem a mudança de treinador parecia ter surtido efeito, e só o público parecia ainda acreditar que era possível dar a volta. Daí para a frente tudo se alterou, empurrado por uma assistência magnifica (na ordem dos 25 mil espectadores por jogo), a equipa começou a ganhar jogos, e paulatinamente foi recuperando, acabando por regressar à 1ª Divisão.

Mantendo parte da estrutura que garantiu a subida na época anterior, reforçando-a com alguns jogadores chave como os laterais brasileiros Andrezinho e Luciano Amaral, os médios Fajardo e João Alves, ainda o extremo Alan e o avançado Mrdakovic, o Vit. Guimarães, partiu para esta época apenas com o objectivo de efectuar uma época tranquila, longe dos sustos de outros tempos, no entanto, cedo se viu que essas ambições eram curtas para o plantel ao dispor de Manuel Cajuda e para a ambição da assistência. O começo de temporada foi algo atípico, três empates (um deles no estádio da luz) nas três primeiras jornadas, que foram ultrapassados com três vitórias consecutivas, seguidas da primeira derrota, na 7ª jornada em Alvalade por 3-0, num jogo em que algumas falhas da arbitragem terão estado na origem do desaire. Daí para a frente a equipa estabilizou, alternando entre o 3º e o 4º lugar com o Sporting, e um pouco atrás do 2º lugar que era ocupado pelo Benfica. No entanto após a derrota na Madeira diante do Nacional, num jogo marcado pela rocambolesca cena protagonizada pela treinador dos insulares, Jokanovic, a equipa lançou-se para uma série de 8 jogos sem perder, superando um Benfica em quebra, o que permitiu acreditar que o 2º lugar, e o apuramento directo para a liga dos campeões ainda eram possíveis. Apuramento esse que veio a ser perdido de forma inglória, quando na recepção ao FC Porto, os vimaranenses baquearam perante uma 2ª parte de luxo do tri-campeão nacional, perdendo por escandalosos 0-5. No entanto, a equipa ainda teve forças para garantir o 3º lugar, que valerá uma inédita presença na pré-eliminatória da liga dos campeões, onde poderá defrontar alguns colossos do futebol europeu.

Momento Chave: Vit. Guimarães 0-5 FC Porto

Depois de uma semana em que muito se falou da possibilidade dos dragões já tri-campeões, poderem facilitar a vida aos minhotos, para prejudicar a carreira dos seus eternos rivais, o FC Porto deu uma prova de dignidade, fazendo uma esmagadora demonstração da sua superioridade no campeonato. Este resultado custou ao vitória o 2º lugar, e a entrada directa na liga dos campeões. Os jogadores terão interpretado este desaire como uma lição de humildade, e sob liderados por um grande capitão, Flávio Meireles conseguiram ainda garantir o histórico 3º lugar.

Estrela: Geromel

Parece melhor de ano para ano, Geromel tem tudo para ser um dos melhores centrais do nosso futebol dentro de pouco tempo (se é que já não é), joga bem de cabeça, é rápido, e normalmente está bem colocado, para além de comandar bem o resto da defesa. Depois de duas épocas com uma presença algo irregular na primeira equipa, o jovem Paulista agarrou definitivamente o lugar no início desta época, sendo um dos pilares duma das melhores defesas do campeonato.

Revelação: Andrezinho

São muitos os brasileiros que com pouco currículo aterram em Portugal todos os anos à procura da fortuna e da glória, são poucos os que a conseguem, muitos não resistem sequer uma época, mas muitos conseguem brilhar intensamente, logo na primeira época, mostrando que com trabalho e humildade é possível chegar ao sucesso em relativamente pouco tempo. Andrezinho foi um desses casos, um lateral que deu nas vistas pela sua capacidade ofensiva, e sobretudo por conseguir fazê-lo sem desguarnecer em demasia a sua zona de cobertura. Qual cereja no topo do bolo, acabou a época a marcar um golo de belo efeito na ultima jornada diante do E. Amadora, no jogo de consagração da equipa.

Decepção: Targino

Ao inverso de Geromel, Targino parece perder fulgor a cada época que passa, depois de dar nas vistas com Manuel Machado, o brilho da sua estrela parece começar-se a esbater, esta época, participou apenas em 10 encontros, nenhum deles como titular, e saiu a meio da época rumo à Turquia.


Quem somos1 Contactos Agradecimentos Detectou um erro ou tem uma sugestão?
ForaDeJogo.net 2010